JPIC

Você já ouviu falar da sigla JPIC? Sabe o que significa e por que tanto se fala dela nas obras SCM?


Olá!

Você já ouviu falar da sigla JPIC? Sabe o que significa e por que tanto se fala dela nas obras SCM?

“JPIC” significa Justiça, Paz e Integridade da Criação. É um movimento nascido no seio da Igreja Católica Apostólica Romana. Embora fundamentado em passagens bíblicas, tem origem histórica na encíclica social Rerum Novarum (= Das Coisas Novas), do Papa Leão XIII, em 1891. Foi iluminado pela constituição pastoral Gaudium et Spes (= Alegria e Esperança), do Concílio Vaticano II (1962-1965). Os Franciscanos o assumiram como “o DNA” das ações pastorais que desempenhavam, a partir de 1985. Muitas congregações e ordens religiosas os secundaram. Logo, constituiu-se numa rede intercongregacional e ecumênica. Ultimamente, fortaleceu-se com a encíclica Laudato Si’ (= Louvado Sejas), do Papa Francisco, de 2015, sobre o cuidado com a Casa Comum. E, hoje, a todos nos convoca.

O Movimento JPIC congrega todas aquelas pessoas que, olhando para a realidade, também a veem, se sensibilizam e, nela, agem para reforçar o que promove a vida e erradicar o seu contrário. Por isso é uma rede que ultrapassa as fronteiras de religiões, países, etnias, idades e culturas. Convoca, inclui e valoriza todas e todos que lutam pela dignidade humana, pela cultura do Bem Viver, pela paz alicerçada na justiça, pelo respeito e cuidado com a terra, a água, o ar e o subsolo e pelo compromisso com as gerações e mundo futuros. Tem consciência de que tudo é interdependente e está conectado, de que o que uns fazem afeta a todos, e de que, na linha do Ubuntu, quando somos juntos somos melhores, mais fortes e mais eficazes.

As Religiosas do Sagrado Coração de Maria assumiram também, desde 2003, as causas do JPIC. Entendem que esta é uma nova maneira de serem fiéis à missão de promover a vida, e vida em plenitude, especialmente para as mulheres, os jovens e as crianças, nas pegadas do Pe. Gailhac e da Ir. Saint Jean, e no seguimento de Jesus Cristo, o Bom Pastor. Veem o JPIC como uma mentalidade, uma espiritualidade, UM JEITO SAGRADO DE SER E VIVER QUE TUDO PERPASSA. Não é apenas um momento ou um evento, mas em todos os eventos, momentos, opções e ações deve se manifestar, aparecer, deixar claro que o comprometimento com a justiça, a paz e a integridade da criação diz respeito a todos e a cada um(a).

Eis porque se fala tanto no JPIC nos projetos socioassistenciais, nos colégios, nos grupos da Família Ampliada e nas comunidades onde as Religiosas SCM atuam. Nas missões jovens, ações solidárias, jornadas de valores, intervenções nos territórios adjacentes, lives e campanhas de solidariedade, bem como nos encontros formativos, retiros, dias de formação, momentos orantes, drive-thru solidários, bazares, projetos educativos, intercâmbios com outras instituições, sempre e em tudo se quer proclamar: - Promova a vida! Seja protagonista! Faça a diferença que você quer ver no mundo! SEJA JPIC!!!

Declaração da Rede JPIC/ONG ONU 2021



  • Mudanças Climáticas/Cuidado da Terra
  • Desigualdade de rendimentos – o crescente fosso entre Ricos e Pobres (a nível global, nacional e local)
  • Direitos Humanos, duma maneira particular empoderamento de mulheres e crianças, e pondo fim ao tráfico humano e escravidão.
  • Queremos viver como cidadãos globais, trabalhando para criar uma comunidade global de compaixão e esperança onde:
    • as mulheres e crianças sejam respeitadas;
    • a desigualdade de rendimentos seja denunciada e todas as pessoas tenham o que precisam;
    • os refugiados encontrem um lar;
    • as famílias tenham acesso à alimentação, cuidados sanitários, cuidados de saúde e educação;
    • as vítimas da violência e tráfico humano encontrem segurança e proteção;
    • todos ajam responsavelmente usando os recursos, cada vez menores, da nossa frágil comunidade da Terra;
    • as nações lutem para viver em paz, escolhendo o diálogo em vez do conflito e transformam as armas em utensílios agrícolas;
    • o desenvolvimento dos povos, das comunidades e da Terra seja sustentável.

O JPIC na prática



  • Visitas Solidárias SCM
  • Missão Jovem SCM
  • Fórum JPIC SCM
  • Retiro Jovem SCM
  • Jornada de Valores SCM

Visitas Solidárias SCM

“Uma obra vos foi confiada: a obra de Jesus Cristo.”

“A palavra que não é expressão de uma vivência não convence, não constrói.” (Pe. Gailhac)

No Colégio Sagrado Coração de Maria, a ação pedagógica social missionária é desenvolvida buscando contemplar os quatros pilares da Educação: aprender a conhecer; aprender a fazer; aprender a viver juntos, desenvolvendo a compreensão do outro e a percepção das interdependências relacionais; e, por fim, aprender a ser.

As Visitas Solidárias SCM constituem um espaço no qual se vivenciam situações que sugerem uma postura de “gestão”, liderança e empreendedorismo, capazes de desenvolver relações democráticas e fortalecer os princípios norteadores da autonomia em função da Justiça, da Paz e da Integridade da Criação.

Missão Jovem SCM

“Se queres transformar o mundo, comece transformando-se a si mesmo” (Pe. Gailhac).

A Missão Jovem SCM – Intercâmbio Solidário é um projeto interdisciplinar que leva estudantes e educadores da Rede Sagrado – CSCM para vivenciar outras realidades, costumes e maneiras, motivando o desenvolvimento de iniciativas proativas frente a problemas políticos e sociais contemporâneos. Durante 11 anos, comunidades e municípios do Norte de Minas acolheram os intercambistas missionários com gratuidade e solidariedade, dispostos a cultivar a semente da solidariedade, da justiça e da paz.

 

Fórum JPIC SCM

Com duração de 2 a 4 dias, o Fórum JPIC Jovem é um evento que proporciona aos estudantes e educadores um momento exclusivo para o debate sobre questões sociopolíticas atuais, sempre iluminados pelo tema e lema da Campanha da Fraternidade. Assim, os adolescentes e jovens aprendem a analisar determinados contextos sociais, a identificar as causas de seus problemas e a apresentar propostas para solucioná-los, reconhecendo, assim, seus valores e limites.

As temáticas discutidas a cada ano estão relacionadas às diversas áreas do conhecimento. As equipes pedagógicas das disciplinas envolvidas no projeto realizam estudos, problematizam assuntos, promovem debates contextualizados, analisam questões éticas e morais e, junto aos estudantes, definem qual será a tônica dada ao trabalho.

A metodologia pode variar conforme a unidade. Em Belo Horizonte, os participantes se inscrevem em grupos temáticos, realizam os debates em horário de aula e propõem soluções para serem votadas em plenário e encaminhadas aos setores competentes. Em Brasília, os estudantes socializam as conclusões de processos e atividades desenvolvidas ao longo dos meses que antecederam o Fórum. Em Ubá, educadores e estudantes convidam autoridades do município para o debate sobre temas de comum interesse.

O importante, aqui, é o protagonismo juvenil e o incentivo à cidadania. São os jovens que coordenam os grupos e o próprio Fórum, pesquisam e argumentam sobre os assuntos debatidos, apresentam, defendem e votam propostas de solução para os problemas, encaminham as propostas consensuais às instâncias cabíveis (do Colégio, do Município, do Estado), cobram da Direção das unidades CSCM a efetivação daquilo que foi decidido. Os educadores participam dos vários momentos, ouvem e observam mais do que falam e intervêm quando solicitados ou percebem ser necessário, mas com a consciência de que são coadjuvantes do processo.

Retiro Jovem SCM

O Retiro Jovem SCM é um encontro de jovens envolvidos no processo de construção e vivência do protagonismo, objetivando reforçar a ideia de que todos somos vocacionados a servir à vida e à vida em plenitude.

O nome pode variar em cada unidade: Retiro Jovem (Vitória, Ubá, Belo Horizonte); Retiro Jovem Vocacional SCM (Rio de Janeiro); Encontro de Jovens do Sagrado/Retiro Jovem/Jornada de Valores (Brasília). Em todos os lugares, no entanto, trata-se de um momento espiritualizante.

Alicerçado no Evangelho e na espiritualidade SCM, o Retiro ajuda os participantes a se interiorizarem; a interpretarem a própria existência e a realidade social à luz da fé; a discernirem sobre a vontade de Deus nos caminhos da história; a fortalecerem as motivações para o protagonismo social; e a elaborarem um projeto de vida que integre fé e obras.

Utiliza uma metodologia diversificada, que mescla dinâmicas de grupo e momentos individuais, música e silêncio, textos bíblicos e teatralizações, celebrações e caminhadas. Uma combinação que atrai os jovens e favorece sua experiência com Deus.

Jornada de Valores SCM

Entendendo a inter-relação como critério fundamental para os jovens construírem o sentido de comunidade, vivenciando valores e princípios que os tornem cidadãos éticos, comprometidos e mais solidários, os Colégios Sagrado Coração de Maria, por meio do projeto “Jornada de Valores”, possibilitam momentos em que os educandos de 5º ao 8º ano do Ensino Fundamental participam de atividades e reflexões que levam ao resgate de valores e princípios, visando à harmonia nas relações e contribuindo para a formação integral da pessoa humana.

Este projeto tem como inspiração e fundamentação os princípios e valores da Instituição, que são: o compromisso com a vida, que expressa a essência da instituição e convoca a atitudes concretas, como solidariedade, partilha e respeito à diversidade; a ética,  que deve fundamentar as atitudes, relações com transparência, honestidade e cidadania; a excelência, que prima pela busca  permanente de qualidade, competência e protagonismo; a sustentabilidade, que se refere à responsabilidade quanto à geração, ao uso e à manutenção dos recursos ambientais, econômicos e sociais; e a inovação, que busca conjuntos de práticas inovadoras e troca de saberes.

Nesse sentido, a Jornada de Valores é um momento propício para o fortalecimento dos laços de relações humanas tão necessárias neste mundo de muitas conexões e desenvolver o protagonismo juvenil em defesa da Justiça, da Paz e da Integridade da Criação.

Trata-se de um convite para o despertar dos jovens para o dom e para a beleza da vida, e o propor a ética como fundamento das relações sociais, o que vem ao encontro das proposições do Projeto de Vida proposto, para os alunos e as alunas, pela Rede Sagrado – Colégios Sagrado Coração de Maria. Durante o dia de convivência, são desenvolvidas oficinas e atividades por facilitadores, entre os quais professores e pedagogas da escola.

Entre em Contato