A Rede
Sagrado


Colégios Sagrado Coração de Maria

Parte de uma rede internacional com 106 anos de história no Brasil, somos uma rede de ensino pertencente ao Instituto das Religiosas do Sacré-Coeur de Marie, fundado em 1849. Aliamos tradição e modernidade no desenvolvimento de um ensino voltado para a excelência acadêmica e o comprometimento com a transformação social. Um ensino que desperta no estudante a vontade de aprender e investigar mais sobre o mundo em que vive, descobrindo novas possibilidades todos os dias.

No Brasil, estamos presentes em Ubá/MG, Rio de Janeiro/RJ, Belo Horizonte/MG, Vitória/ES e Brasília/DF.

A Rede<br>Sagrado

Missão

Proporcionar uma educação de excelência para crianças, adolescentes, jovens e adultos, fundamentada nos valores cristãos, promovendo protagonismo na construção de competências, cultura da solidariedade e compromisso com a transformação social.

Visão

Ser referencial de uma educação de excelência, inovadora, pautada nos valores éticos e cristãos.

Princípios e Valores



Ética

Fundamenta as atitudes, relações com transparência e honestidade, cidadania.

Excelência

Busca permanente de qualidade, competência e protagonismo.

Sustentabilidade

Refere-se à responsabilidade quanto à geração, uso e manutenção dos recursos ambientais, econômicos e sociais.

Inovação

Busca conjuntos de práticas inovadoras e troca de saberes.

Compromisso com a vida

Expressa a essência da instituição e convoca a atitudes concretas como solidariedade, partilha e respeito à diversidade.

Fundadores



  • Padre Gailhac
  • Ir. Maria Apolônia Pélissier
Padre Gailhac

Padre Gailhac

Antônio Pedro João Gailhac nasceu em Béziers, no sul da França, em 13 de novembro de 1802. Sua família era de pais profundamente religiosos. Com eles, aprendeu a amar a Deus e aos irmãos, iniciando sua vida religiosa.

Sua infância foi sadia, alegre e decidida. Desde cedo, alimentava grande amor à Eucaristia e aos pobres. Sua vocação traduzia-se no questionamento: “Que farei, Senhor?”. Na oração e no discernimento, descobriu CRISTO: VIDA, LUZ e VERDADE. Optou, portanto, pelo sacerdócio: viver para “conhecer e amar a Deus e fazê-Lo conhecido e amado”.

Padre Gailhac sempre esteve atento às carências do ser humano. Entre suas ações para atender às necessidades do seu povo, criou:

um lar para menores abandonados; uma instituição para moças marginalizadas; uma Colônia Agrícola para rapazes pobres desempregados a Congregação dos padres do Bom Pastor; Junto à Irmã Saint Jean Pélissier Cure, fundou o Instituto das Religiosas do Sagrado Coração de Maria, em 24 de fevereiro de 1849, em sua cidade natal. Em pouco tempo, com a graça de Deus e o ardor missionário dos fundadores, o Instituto se expandiu por outros cantos do mundo:

África: Mali, Moçambique, Zâmbia e Zimbábue; América: México, EUA e Brasil (Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Brasília e Bahia); Europa: Escócia, França, Inglaterra, Irlanda, Itália, País de Gales e Portugal;

Ir. Maria Apolônia Pélissier

Ir. Maria Apolônia Pélissier

Maria Apolônia Pélissier nasceu em 02 de fevereiro de 1809 em Murviel, França. Ainda jovem, sofreu a perda dos pais e, desprovida dos afetos paternos, não tardou a noivar-se com o advogado e juiz de paz Dr. Eugênio Cure. O matrimônio aconteceu em abril de 1831.

O casal foi morar em Béziers, na França, onde Eugênio era notário e possuía um cartório. Foi lá que a Sra. Cure conheceu Padre Gailhac, um dos grandes amigos de seu marido e frequentador assíduo de sua casa. Com ele, o casal partilhou seus recursos financeiros, proporcionando a ampliação dos espaços físicos para as obras de Padre Gailhac.

No dia 02 de novembro de 1848, Eugênio faleceu repentinamente, deixando Apolônia sem filhos e herdeira de todos os seus bens. Ciente da promessa, que ela e o marido haviam feito, de que, se um deles faltasse, o outro consagraria sua vida a Deus, Apolônia doou todos os seus bens para as obras de Padre Gailhac, colocando-se como uma de suas colaboradoras. E foi por meio da união de forças entre Padre Gailhac e Ir. Saint Jean que, em 1849, nasceu o Instituto das Religiosas do Sagrado Coração de Maria.

CEBAS-Educação


A Sociedade Civil Casas de Educação (SCCE), mantenedora da Rede Sagrado – Colégios Sagrado Coração de Maria, possui o Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social (CEBAS-Educação), emitido pelo Ministério da Educação.

Com a certificação, a SCCE viabiliza a concessão de gratuidades educacionais / bolsas de estudos, para estudantes da Educação Básica, nas cinco unidades do Brasil, incluindo a Educação de Jovens e Adultos (EJA), na unidade do Rio de Janeiro (RJ).

Nossas
Unidades

Belo Horizonte

Brasília

Rio de Janeiro

Ubá

Vitória

Entre em Contato